segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

O futuro está nas nuvens


Imagine um futuro não muito distante em que você, com seu celular ou numa lan house do outro lado do mundo, vai acessar todos seus arquivos pessoais sem complicação. Que nesse mesmo futuro, não serão mais necessários discos rígidos gigantes ou processadores ultravelozes no seu computador.

Tudo isso por que em algum lugar, seja dentro do nosso país ou em qualquer outro lugar do mundo, haverá computadores superpotentes que se preocuparam com todos esses detalhes no lugar da sua pobre máquina. Ao salvar seus arquivos, eles irão cruzar terras e mares e irão parar, não mais no seu disco rígido, mas em um centro de dados. Ao rodar seus programas eles não estarão mais em seu computador, mas sim no navegador da internet. Essa é a computação nas nuvens.

Todo mundo que usa computador já teve, no mínimo uma vez, uma daquelas dores de cabeça com peças defeituosas, vírus, lentidão do sistema. Que jogue a primeira pedra aquele que nunca precisou formatar sua máquina, seja para livrar-se de pragas virtuais, ou corrigir erros do sistema.

Ao salvar seus arquivos em um dos datacenters da nuvem você terá a garantia de que eles estarão totalmente protegidos. Nada de erros no disco rígido ou vírus que apagam arquivos. Imagine o seu computador em qualquer lugar. Você está de viagem e está no computador de um amigo ou numa lan house e lá está o seu papel de parede, preferências, atalhos e a biblioteca de música. Tudo ali do jeito que você havia deixado na ultima vez que usou. Isso tudo porque suas informações estarão na nuvem e a máquina “hospedeira” só precisa recuperar tudo através da internet.

Seu computador não roda um programa ou jogo? A nuvem vai rodar ele para você, seu computador só precisará trabalhar o monitor, o teclado e o mouse, porque todo o processamento estará longe dali.

Nenhum comentário:

Postar um comentário